Pele dourada e saudável para o verão

em Beleza por | 1 comentário

Sol, mar, piscina, praia ou interior… O verão se aproxima e os cuidados com o rosto e corpo precisam ser redobrados! Nessa época do ano, item indispensável, o protetor solar evita manchas e o envelhecimento precoce da pele. Por isso, a Valmari Dermocosméticos traz diversas dicas para deixar a pele linda e hidratada antes mesmo do verão chegar.

A primeira lição é que o uso do protetor solar é essencial sempre, não apenas durante o horário do banho de sol. No dia-a-dia, provavelmente, não acontece o risco de queimaduras, mas o acúmulo de exposição ao sol é o principal desencadeador do câncer de pele. Uma questão muito importante na hora de escolher o protetor é prestar atenção em sua embalagem: o produto deve ter proteção contra os raios solares UVB e UVA. Os raios UVB são responsáveis pela vermelhidão e queimaduras da pele. Já os UVA favorecem o envelhecimento. Portanto, a melhor escolha são os filtros com os dois tipos de proteção ;)

Alimentação e hidratação são essenciais nas altas temperaturas. Melancia, mamão, manga, abóbora, cenoura, beterraba e tomate são ricos em betacaroteno, que age no processo de pigmentação, preparando a pele para o sol e ajudando a manter a cor. Tomar muita água também é super importante nesse período para hidratar o organismo. A água de coco também funciona como um isotônico natural.

A Valmari possui uma linha especial de produtos que preparam a pele para a exposição solar, e ajudam a manter o bronzeado perfeito durante o ano todo. A Sun Color é uma linha única e brasileira que protege do sol e ainda auxilia no tratamento da celulite e firmeza de pele. Com textura fresca, não oleosa e capacidade de absorção imediata, o Sun Color Emulsão Autobronze proporciona um bronzeado bonito e seguro, sem os riscos da exposição solar, além de manter a cor adquirida por muito mais tempo. O produto permite o controle da intensidade da coloração da pele de acordo com a frequência da aplicação. Já o Sun Color Emulsão Bronze Perfeito acelera a obtenção do tom dourado por mais tempo. Uma dica Valmari é esfoliar e hidratar a pele antes de tomar sol, pois auxilia no bronzeamento e ajuda a manter a cor.

Dedicado para as peles sensíveis e que facilmente apresentam vermelhidão, o Sun Color Emulsão Bronze FPS10 contém extrato de café e de guaraná, que melhoram a aparência da celulite. O Sun Color Emulsão Bronze FPS20 possui maior fator de proteção, com Vitamina E que proporciona ação antioxidante e protetora da pele.

Além dos bronzeadores, a marca também conta com produtos que garantem ampla proteção do rosto e do corpo. O Fitobiovit Gel Creme Hidratante FPS30 proporciona alta proteção contra as radiações UVB e UVA, protege do fotoenvelhecimento e da ação dos radicais livres. O gel creme absorve o excesso de oleosidade, neutraliza o brilho da região central (zona T) e tem efeito matificante.

Outra dica é o Skin Defense Protetor Solar FPS40 para o corpo. De textura muito leve, o produto hidrata e protege a pele por conta do alcaçuz presente na composição, componente excelente para atividades ao ar livre, prevenindo dos raios de sol e o surgimento de manchas. Outro benefício é a praticidade do uso do aerosol, pois possibilita a aplicação em locais de difícil acesso.

Agora sim o verão pode vir com tudo!

Dicas de diversão para 15 e 16 de Novembro :)

em Maternidade por | 0 comentários

Dicas do site Para Criança, com diversas sugestões para curtir este final de semana de Dia das Crianças em São Paulo ;)

No Cinema…

Valente
Bom para crianças a partir de 4 anos.
paracrianca.com.br/2014/11/classicos-da-disney-cinemark-para-crianca

No Circo…

Circo dos Sonhos – No Mundo da Fantasia
Bom para crianças a partir de 1 ano e meio.
paracrianca.com.br/2014/11/circo-dos-sonhos

No Sesc…

Tiquequê
Bom para crianças a partir de 1 ano.
paracrianca.com.br/2014/11/tiqueque-apresenta-toc-patoc-para-crianca

No Shopping…

Exposição Hello Kitty 40 anos
A exposição de aniversário de 40 anos da Hello Kitty é aberta ao público, gratuita e fica no Shopping D&D até o dia 30/11.
paracrianca.com.br/2014/11/exposicao-hello-kitty-40-anos-chega-sao-paulo-esbanjando-fofura

Mostra ▼

Divirtam-se ;)


Novalfem e as dores do universo feminino

em Saúde por | 0 comentários

No final do mês de Setembro, rolou um evento super bacana para blogueiras, onde foram apresentados dados importantes de uma pesquisa exclusiva sobre dores femininas, encomendada pela Novalfem, da Sanofi.

Para quem não conhece, Novalfem é um medicamento que contém ibuprofeno (um derivado do ácido fenilpropiônico que possui atividade analgésica e antitérmica), e é indicado para o alívio rápido de cólicas menstruais, enxaqueca e dores de cabeça.

As mulheres enfrentam diversos desafios para dar conta de todas as atividades do cotidiano e, muitas vezes, precisam ainda conviver com dores que acometem esse universo tão particular. Para entender o impacto desses males na vida feminina, o Grupo Sanofi encomendou ao Conectaí (empresa do IBOPE Inteligência) uma pesquisa em todas as regiões brasileiras (pesquisa realizada em Abril/2014, com mulheres de 16 a 40 anos, classe A e B, amostra nacional nas principais capitais do país: 1.000 entrevistas).

Foto: Google / Shutterstock

Como resultado, o levantamento indica que 76% das entrevistadas sofrem com a cólica menstrual, sendo que, para aquelas com idade entre 16 e 24 anos, o incômodo é maior, atingindo 84% delas. Já no caso da dor de cabeça, os números mostram que 75% são afetadas pelo mal e, novamente, as mais jovens são as que mais a sentem, 78%.
“As mudanças nos níveis hormonais, decorrentes do ciclo menstrual, geralmente, têm influência nos problemas que elas sentem e, em muitos casos, podem ocorrer ao mesmo tempo, como dores de cabeça, cólica menstrual, enxaqueca e dor nas costas. O ritmo de vida agitado, a alimentação desequilibrada, o sedentarismo e o estresse também podem piorar os sintomas”, explica a Dra. Maria Celeste Osorio Wender, professora de Ginecologia e Obstetrícia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, e Presidente da Sociedade Brasileira de Climatério – SOBRAC.

A pesquisa também aponta que, para 59%, a cólica menstrual é acompanhada de dor de cabeça e, para 46% delas, de dor nas costas.

Embora concordem que esses dois distúrbios façam parte do universo feminino, 69% consideram que são males que devem ser combatidos. No entanto, 16% acham que é algo com que elas devem conviver normalmente. Ao mesmo tempo, 75% das pesquisadas deixam de cumprir obrigações porque estão sofrendo com a cólica menstrual ou dor de cabeça e 58% abrem mão de algo de que gostam de fazer pelo mesmo motivo.
Adicionalmente, a pesquisa constatou que os prejuízos extrapolam o escopo físico. A qualidade de vida tanto profissional como pessoal também pode ficar bastante comprometida. Para a maioria das mulheres, 83%, dessas enfermidades afetam o humor, sendo que 42% delas estão frequentemente mal-humoradas durante o período menstrual. Apenas 18% conseguem passar por essa fase do mês sem alterações comportamentais.
Ainda que essas sejam as principais reclamações do universo feminino, em uma porcentagem menor, as entrevistadas também indicam sentir mal-estar no estômago, incômodos nas costas, na mama, em áreas tensionais, nas articulações, nas extremidades e nas pernas, além de dores por excesso de atividade física e enxaqueca.
“As mulheres devem buscar o equilíbrio e melhorar o bem-estar, deixando de lado as indisposições que podem interferir nessa procura. Mesmo que alguns males façam parte do mundo feminino, as mulheres não devem sofrer desnecessariamente. Atualmente, há diversas opções que podem auxiliá-las nesse sentido. Procurar ajuda de um especialista é o melhor caminho”, reforça a Dra. Maria Celeste.

Intensidade e frequência

O estudo revela ainda um aspecto preocupante para a saúde feminina. Para 66% das entrevistadas, a cólica menstrual é recorrente, mensal, sendo forte ou extremamente forte para 61% delas. Quando se trata de dor de cabeça, o cenário não muda muito: 56% a sentem pelo menos uma vez por semana, sendo forte ou extremamente forte para 49%.

Tratamento

Quanto à forma de aliviar os incômodos, o estudo informa que 71% das mulheres fazem uso de medicação específica quando sentem cólica menstrual e 73% quando têm dor de cabeça. Em ambos os casos, 86% buscam alívio imediato ao escolher o produto e 54% têm o hábito de carregar o medicamento de preferência consigo. Por fim, também foi avaliado como as entrevistadas buscam informação sobre tratamento: 66% confiam em médicos e profissionais de saúde.

Como mulher, também sofro demais com tudo quanto é tipo de dor… Principalmente dores de cabeça! Dedido este post a vocês, mulheres que também sofrem com as dores femininas, citadas acima! Só quero alertar uma coisa: não interpretem este post como uma forma de se automedicarem, hein?! Procurem um médico antes de ingerirem qualquer tipo de medicação! Olha lá ;)