Publicidade

Amizade virtual… Eu tenho, e você?

Fui convidada pelo site Badoo para falar a respeito de amizades virtuais, e aceitei o convite porque tenho muita coisa a dizer sobre esse assunto, que na minha vida, teve início em 1998, ano em que meu pai comprou nosso primeiro computador (eu o dividia com a minha irmã do meio :)

Para mim, tudo era novidade! Eu achava o máximo trocar idéia com pessoas de outros lugares! E como sempre fui bastante tímida quando o assunto era interação, o mundo virtual era meio que uma válvula de escape.
Me lembro que, o ICQ era o Facebook da época, todo mundo conhecia! Falando nele, me recordo até daquele som que ele fazia quando chegava mensagem nova… Rs…
Só que, certa vez, acabei abusando um pouco dessa ferramenta… Entrei na pilha de uma amiga e marquei um encontro com um garoto que eu havia conhecido em uma de muitas salas de bate-papo! Foi tudo às escondidas, tanto dos meus pais quanto dos pais dela… Inventamos uma desculpa, fomos parar em um shopping e eu, sem noção, acabei me esquecendo de dar sinal de vida em casa! Puro vacilo… O problema é que, minha família inteira ficou desesperada atrás de mim! Quando cheguei em casa, ouvi tanto sermão que eu nem sabia mais de onde vinha! Merecido… Depois daquele episódio, nunca mais fiquei de conversa com ninguém… Rs…
Passei a me dedicar à criação de sites, o que me deixou um bocado afastada de bate-papos. Só fui voltar a conhecer outras pessoas quando criei um site dedicado ao Hanson! Posso dizer que, nessa época, conheci pessoas fofas e que, até hoje, tenho amizade!
Hoje em dia, costumo brincar que é mais fácil a gente encontrar alguém em alguma rede social do que em sua própria casa! E não é verdade?! Rs…
Sou menos tímida do que há 14 anos, mas mesmo assim, continuo me relacionando com algumas pessoas através da internet! E digo mais, 70% das minhas amizades estão nas redes sociais. Mas, não é isso que me faz acreditar 100% em tudo o que vejo ou leio! Tem de haver cuidado! Cuidado ao iniciar uma conversa, ao repassar alguma informação, ao publicar alguma foto, até mesmo ao clicar em algum link (já fui vítima de muitos vírus ao clicar em links desconhecidos)!
Repensando hoje, como foi a minha vida há 14 anos, e analisando a sociedade, sem dúvida que eu teria usado um pouco mais de cautela em algumas atitudes… Nada impede que a gente conheça pessoas novas! E é esse o lema que o Badoo carrega! Ele está aí justamente para isso: unir pessoas de todos os cantos do mundo! E não podemos nos esquecer de sempre tomar cuidado com os detalhes mais simples! Lá no Badoo você encontra uma infinidade de maneiras de se relacionar com outras pessoas, além de chat para bater papo e muito mais!
#FicaDica

Paulistana do signo de libra (em 02/10), que é casada e mãe coruja, e que ♥ adora chocolate, nerdiar na internet, ouvir música e viajar! Clica aqui para saber mais!

2 comentários

  • Fernanda Evangelista

    Ahhh, não sou da época do ICQ, mas sou do MIRC, quando tinha 10 anos, me mudei para uma cidade do interior e não conhecia absolutamente ninguém, entrei na escola e descobri o MIRC, onde através dele, tenho amizades incríveis até hoje, as minhas melhores amigas, tanto de escola, quanto as que moravam perto de mim, acabei conhecendo pela internet, porque eu também era muito tímida e nunca tinha coragem de ir conversar com elas, hoje posso dizer que tenho duas vidas, uma real e uma virtual, meu namorado que não é muito de internet, fica indignado de como eu dedico a minha vida para a internet haha. Eu amo muito tudo isso.
    Beijão

  • Fernanda N

    oie angélica! =]
    concordo com você… é possível sim ter uma amizade virtual, porém é preciso ter cuidado com o que é compartilhado! me lembro também da época do ICQ e eu adorava! me lembro que conheci um menino e a gente trocava telefonemas, era bem legal! ^^ hoje eu dia eu não converso mais com quem eu não conheço, a não ser que seja alguém que tenha blog e que algo em comum comigo… tá difícil conhecer pessoas que a gente pode confiar, mesmo no mundo real quanto no virtual… lamentavelmente! =\
    beijo, beijo!