Pessoal

Os ídolos da minha vida…

Assim como eu fiz com os posts das paixões do Diguinho, eu fiz com os ídolos que eu já tive: fui criando um post para cada um deles. Só que, perdi a paciência de ver aquele monte de post parado e resolvi juntar todos eles em um postão só! #preguicadefine

Michael Jackson

Véi, na boa… Esse cara tinha algo que cativava as crianças porque, não é possível! Eu era pivetona quando me apaixonei pelo Mike (sou chegada, dá licença).
E tudo isso começou graças ao SBT, que exibe desde sempre Moonwalker! Eu tinha menos de 9 anos, se não me engano… Fiquei tão vidrada no cara que, gravei o filme pelo videocassete da minha vó, assistia todos os dias e continuo fã de carteirinha até hoje!
Só lamento (e muito) ter perdido a chance de ver suas performances ao vivo :(

Mamonas Assassinas

Eu era criança naquela época em que a Brasília Amarela ficou famosa…
Analisando friamente hoje, que a inocência passou longe, é que a gente se dá conta do quanto aquelas letras falavam de coisas absurdas… Mas pra mim, que era uma criançona de 11 anos, aquilo tudo era cômico demais!
Outros que eu perdi a oportunidade de ver de pertinho! E pensar que eles eram praticamente meus vizinhos, daqui de Guarulhos…

Thalia

Da Maria do Bairro, eu já falei aqui no blog, há um tempo atrás ;)

Hanson

Esse foi o ápice da minha vida de fã! O ano de 1997 ficou na história tanto para o Hanson quanto para as Fansons! Foi naquele ano que passei a guardar essa foto em um daqueles estojos de ferro (sim, eu tinha um daqueles)!
Minha paixão foi além de pôsteres pregados nas paredes cor-de-rosa do meu quarto e cartas quilométricas (no intuito de enviar a eles). Aliás, cheguei a gastar rios de dinheiro comprando folhas de sulfite e envelopes nas tentativas (frustradas) de ganhar promoções que me fizessem conhecê-los pessoalmente! Como nunca consegui, só me restava mesmo madrugar em frente ao Credicard Hall para conseguir pelo menos vê-los pessoalmente. E deu certo! Em Novembro/2000 consegui respirar o mesmo ar que eles, que já haviam passado da fase adolescente de 1997 e já aparentavam maturidade! Criei raízes em frente a hotéis e emissoras de TV para vê-los de pertinhos… Conheci muita gente legal em eventos feitos exclusivamente para as fãs… Cheguei até a ter meu nome e endereço publicados em revistas, na intenção de conhecer outras fãs! Inclusive, tenho até hoje amigas daquela época (Paola, Érika, lindas)! E assim, não me arrependo de tudo isso, não!

Sérgio Marone

Essa foi das arábias, da época de ‘O Clone’ (quando Murilo Benício nem era Tufão, e sim Lucas/Léo)… Essa história, faço questão de contar: por acaso, acessei o site dele e encontrei, em uma seção de promoções, a seguinte frase: “Quer conhecer o Sérgio Marone pessoalmente? A fã que enviar mais cartas, ganha um almoço com ele.” Eu pensei: “Há, essa eu levo fácil!” Me juntei com a minha irmã e enviamos para a tal promoção 750 cartas cada uma! E não é que a gente levou mesmo? Descobrimos na saída da escola, quando nossa mãe apareceu, do meio do nada no pátio, dizendo que haviam ligado em casa, dizendo que tínhamos ganhado a promoção, e tal, tal e tal! Só que tinha um detalhe: a promoção era para apenas uma pessoa! E como a assessoria dele notou que eu e minha irmã havíamos enviado as cartas juntas, liberaram para nós duas! De quebra, levamos até mamãe junto x)
Almoçamos com ele em um restaurante do centro de São Paulo, ele foi suuuper simpático, nos levou até presentes e estava de óculos escuros, para esconder a cara de sono! Rs…

BR’OZ

Na boa? Só mencionei porque realmente aconteceu de eu curtir os caras. Mas, sério, não sei de onde veio tanto interesse pelos caras assim… Vai ver que é porque na época eu estava carente (abafa)! Kkk… Mas, tem um detalhe bacana nessa história, bastante digno: certa vez, os caras fizeram uma apresentação no falecido Olympia. Eu, maninha e prima queríamos um bocado aparecer e acompanhar. Mas… Cadê ingresso? Foi aí que entrou um amigo do meu pai na história, que trabalhava de segurança por lá, e que colocou a gente na primeira mesa da pista, na faixa! Sem mais (Confesso que se fosse no show do Hanson teria sido muito mais digno x)

Guilherme Berenguer

Pára tudo por aí, ok?! Aliás, já estou até preparando meus dedos para começar a digitar porque esse rendeu demais.
Em 2004, me apeguei com Malhação. E justo na temporada em que o Gui (bem íntima mesmo) estreava na TV. Gamei tanto que, de tão viciada em webdesign na época, dediquei a maior parte do meu tempo em criar e manter um site sobre ele! Na ocasião, usei dos serviços gratuitos do, também falecido, VilaBol! O site, que nomeei de Portal Guilherme Berenguer, era super acessado e diariamente atualizado com diversos conteúdos.
<<< Tirei o print da tela, para mostrar aqui no blog! Essa foi a versão 2.0 do portal. A primeira não encontrei... Aliás, ainda bem que tirei esse print porque, como o VilaBol não existe mais, perdi todo o conteúdo do site :(
Mas, não satisfeita, entrei em contato com ele, por carta, falando do portal e deixando meu telefone de contato (na esperança de que, né?!)… Passados alguns dias, a mãe dele que era quem lia as cartas que ele recebia, me ligou! Fiquei bege, colorida, preta&branca… Desacreditei! Super atenciosa, ela bateu o maior papo comigo, disse que havia gostado do site e até passou o telefone para ele também falar comigo. Descolori e colori mil vezes! Mais simpático do que ele foi era impossível x)
Trocamos telefones, continuei em contato com eles, até o dia em que ele veio do Rio para São Paulo para participar de uma baladinha e tal… Dona Dulce (a mãe dele) fez questão de me ligar para dizer que ele estava a caminho de Sampa e que queria encontrar a mim e a minha mana (que me ajudava com o site)! Tirei meu pai da feira de domingo, só para nos levar até Congonhas! Rs… Chegamos lá, encontramos uma amiga dele que estava a nossa espera, e logo em seguida, quem desembarca todo sorridente?! Ele! Morri mil vezes! Pfff…
Lembra da simpatia no telefone? Pessoalmente foi o triplo! Trocamos muitas idéias, ele nos contou vários projetos, disse até que queria a nossa colaboração e de quebra, ainda nos convidou para írmos com ele na tal baladinha, da qual ele ia participar! Óbvio que a gente foi! Ficamos no camarim e tudo mais! Até a atriz Bruna di Tullio estava por lá! Depois disso, até a visita da mãe dele em nossa casa a gente recebeu! Ela foi acompanhada do Paulinho, irmão (especial) mais velho dele. Até álbuns de fotinhos pessoais dele ela nos levou! Visita ótima! Sem palavras para descrever tanto carinho… E foi graças ao site do Gui que conheci o maridón, que na época ainda não trabalhava no ramo de vendas, e sim, com web! Daaaí, passei a ter um ídolo só <3

Paulistana do signo de libra (em 02/10), que é casada e mãe coruja, e que ♥ adora chocolate, nerdiar na internet, ouvir música e viajar! Clica aqui para saber mais!

4 comentários

  • Juju

    Nossa achei graça quando vc chegou no “Gui”, rs, eu não perdia um capítulo de malhação!! Nem atendia telefone, nem fazia nada na hora que passava!! Hauhauha

  • Bruna

    Eu fui completamente obcecada pelos Hanson! Tive a oportunidade de encontrar com eles pessoalmente várias vezes. Taylor é o mais legal dos três. Em 2005 fui jantar com eles depois do show… Nossa, tantas recordações…

  • Jeh Asato

    Ih Angel, acho que quanto à isso não temos nada em comum, hehehe. Meus “ídolos” são quase todos internacionais.
    Comecei a gostar de Hanson a partir daquela fase “If Only”, “Save Me”… sabe? Eu gosto de algumas músicas mas minha fase boyband falou mais alto com BSB, Nsync, Westlife… Adorava, sempre quis ir no show deles. Hihihih, colecionei revistas, fiz pastas com fotos (tenho até hoje, acredita?)!

    Beijos e boa semana!