Maternidade

Pom Pom: A força hormonal e emocional da mãe

Não sou veterana nos eventos maternos de cada dia! Por isso, só agora é que venho me sentindo mais a vontade quando encontro com azamigas blogueiras x)
Sim, participei de mais um evento dedicado à maternidade – o terceiro, para ser mais exata! Dessa vez, quem promoveu o encontro foi a galera das Fraldas Pom Pom!

No dia 18 de Junho (mesmo dia em que rolou o evento da LG) participei de um batepapo super descontraído (além de sério) com a nova blogueira da Pom Pom, Virna Dias (ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei), o terapeuta Içami Tiba, a psicóloga Natércia Tiba (filha de Içami, como dá para notar através do sobrenome) e várias blogueiras lindas (e amigas)!
O lugar escolhido foi o Espaço IK, no bairro da Vila Madalena! A decoração? Estava apaixonante:


Como o encontro rolou depois do almoço, fomos recebidas com uma mesa lotada de guloseimas!

Confesso até que esse foi o primeiro evento no qual comi alguma coisa! Rs… Brigadeiro de colher, acha que eu ia deixar passar? Abusei e comi duas vezes (me arrependi, devia ter comido mais x)

Antes de os convidados tomarem a palavra, os organizadores do evento nos informaram a respeito das mudanças nos tamanhos das fraldas! Além da novidade Fit Baby (mais cavado e que se ajusta melhor ao corpo do bebê), a Pom Pom conta com o novo tamanho Grandinhos (15 a 24kg) e a linha Noturna passa a ser Dia e Noite!

A nova blogueira da Pom Pom, Virna Dias (mãe de 3 filhos), foi a primeira a se apresentar, esbanjou simpatia e um tiquinho de timidez também! Rs…

Além de abrir o coração sobre como é ser mãe, ela falou da angustia que sentiu quando abriu mão de cuidar do primeiro filho (que ela teve com 18 anos, época em que ela estava começando a se dedicar à carreira de esportista), de quando abriu mão do esporte para cuidar do segundo filho e confessou ser uma mãe super chorona, contando que chorou até na hora de furar as orelhinhas da filhota recém-nascida, Maria!

Depois da simpatia da Virna, era hora de receber a família Tiba, com o Dr. Içami e sua filha Natércia!

Além de divertido (tenho de confessar que Dr. Içami é super bem humorado e que ri muito com ele), o batepapo foi bem sério e girou em torno das modificações dos hormônios e da importância em estabelecer limites na educação dos filhos!

Gente, o que o batepapo teve de rico em informação, minha memória tem de ruim! Rs… Mesmo assim, fui relembrando algumas coisas ditas por eles:

Içami Tiba:

“A mulher carrega consigo a ocitocina (hormônio do amor e do afeto), que faz com que ela sinta necessidade de cuidar, abraçar, dar amor! Já o homem, possue a testosterona, que ao contrário da ocitocina o leva ao instinto da competição! Dificilmente nos veremos uma menina brincando de lutinha ou um menino abraçando e acarinhando alguém!”

“Quando a gente oferece algo a um bebê (que não tem noção nem padrão), aquilo se torna correto para ele! Dormir no colo é um belo exemplo… A criança que adormece no colo e acorda na cama, vai estranhar a situação! Por isso, procure ensiná-lo que, o certo é ele dormir no berço/na cama!”

“Já repararam que, para as mães, os pais nunca sabem cuidar melhor dos filhos do que elas?! E sabem por que isso acontece? Porque, além de elas não confiarem nos maridos (achando que eles irão afogar o filho na hora do banho), elas nunca os ensinam… Claro que, no desespero pela perfeição, o marido abandona o navio mesmo e deixa que ela assuma o posto e faça tudo! Um motivo típico que leva as mães a pensarem que os maridos não servem para cuidar dos filhos é o fato de o homem ter um jeito mais bruto de agir, como por exemplo, arremessar a criança para o alto! Rs…”

Natércia Tiba:

“Os filhos precisam aprender a lidar com o ‘não’ pois, os limites fazem parte de uma boa educação! Caso contrário, os pais viram reféns com tamanha liberdade, o que pode fazer com que a relação do casal vá por água abaixo! E com o passar do tempo, as crianças atingem mais idade, mais conhecimento, e a situação só piora!”

“A mãe nunca deve se sentir culpada por algo que fez para o bem do filho! Muito pelo contrário!”

“Para criármos nossos filhos de uma maneira melhor, é necessário que tanto o homem quanto a mulher aprendam a dominar os hormônios! É fácil a mãe impor regras e o pai, quebrá-las! Desse jeito, a mãe vira a madrasta chata, enquanto o pai ganha o título do amigão que deixa tudo!”

Infelizmente, tive de me ausentar no evento antes do tempo, e perdi a fotógrafa Fernanda Buzza ensinando e dando dicas de como tirar fotos de nossos bebês usando o celular :(

Com um cenário todinho montado para demonstrações, Fernanda ressaltou algumas dicas, como: evitar o uso do flash, aproveitar a iluminação natural das janelas de casa, não deixar nenhuma bagunça aparecer, saber o timing do celular… Ufa :)

Rolou até sorteio de um ensaio fotográfico clicado pela própria Fernanda! E que levou foi a linda da Paola, do Maternidade Colorida :)

Mesmo saindo antes do tempo, eu levei para casa esse par de mimos:

A mamãe aqui amou a mochilinha mais do que o próprio filho, de dois anos x)

Tivemos promessas de futuros encontrinhos! Ó, tô dentro ;)
Leiam mais no Pom Pom Blog!

Paulistana do signo de libra (em 02/10), que é casada e mãe coruja, e que ♥ adora chocolate, nerdiar na internet, ouvir música e viajar! Clica aqui para saber mais!

1 comentário