Leitura

Revista Pais & Filhos: 13° brunch do Culpa, Não!

Na minha adolescência, minhas revistas preferidas eram todas aquelas que falavam de beleza, de moda e principalmente dos meus ídolos! Hoje, tudo o que eu procuro se refere à gestante, bebê e criança x)

Eu conheço a Revista Pais & Filhos desde sempre… E, claro, só depois que me tornei mãe do Diguinho é que virei uma leitora assídua! O que eu ainda não conhecia era a campanha, criada pela revista, chamada Culpa, Não!

Para os que não sabem do que se trata…

A campanha Culpa, Não! foi criada para amenizar as cobranças que todas as mães fazem a si mesmas! Cobranças do tipo “Poxa, não consegui amamentar!”… Ou do tipo “Ai, meu Deus, eu dou papinha!”… Ou até “Não tenho tempo livre para os meus filhos, e agora?”
Foi por saber que não existe perfeição, muito menos maneira certa de se fazer tudo que a Revista Pais & Filhos arregaçou as mangas e abraçou a idéia de que o desejo-irracional-de-busca-da-perfeição-impossível parece fazer parte do conceito do “Mãe é tudo” ou “Mãe sabe tudo” mas, que não é bem assim
Todo mês a discussão rola em torno de diferentes temas, criados especialmente para aliviar nossas culpas cotidianas! A cada “culpa” discutida, 10 leitoras são escolhidas para se reunirem com a redação da revista, trocarem experiências, e uma delas, ganha espaço na revista!

Passei a acompanhar a fanpage da campanha no Facebook, e só algum tempo depois é que decidi enviar meu primeiro depoimento… O tema era ‘Deixar os filhos cedo na creche’! Meu depoimento foi publicado no site da Revista Pais & Filhos e na fanpage da campanha no Facebook :)
Além disso, resolvi criar um lugar específico para reunir todos os meus depoimentos aqui no blogpretendo, sim, participar muitas vezes mais!
Só o que eu não esperava era ser uma das leitoras convidadas para o batepapo na redação da revista! Recebi o convite para participar do encontro, que rolou ontem (06/06), mas não encontrei maneira de comparecer :(

Muitas mamães que eu não conheço, e algumas que eu já tive o prazer de conhecer (Cléo e Paola), fizeram parte da turma! Inclusive um especialista sobre o assunto, Marcelo Cunha Bueno, diretor pedagógico da escola Estilo de Aprender.
Como, infelizmente, eu não pude participar, acompanhei tudo através da fanpage no Facebook e do Instagram da revista! Assim que o vídeo do brunch for publicado no Youtube, irei adicionar aqui no blog, na seção onde eu reunirei todos os meus depoimentos ;)


Posso adiantar uma coisa bem real que o Marcelo disse, durante o batepapo, em relação à escola ter medo de esclarecer aos pais que ali é um ambiente diferente de casa: “As câmeras não deixam que se corte o cordão umbilical”… Faz sentido! Ele disse ainda: “Colocar o filho cedo na escola, não vai deixá-lo mais inteligente”… Bom, cada caso, é um caso! No meu, o intuito é fazer com que o Diguinho interaja com outras crianças, já que ele tem contato com poucas! E uma das coisas que ele disse, com a qual eu mais me identifiquei foi: “A escola é literalmente uma forma de viver e tem que concordar com o que a família acredita”!

Bom, enquanto esse 13° brunch não vai ao ar, quer saber mais? Ver mais? Então, corre para o canal da Revista Pais & Filhos no Youtube! Lá, estão registrados todos os brunches que já rolaram, ou seja, de vários outros temas ;)

Paulistana do signo de libra (em 02/10), que é casada e mãe coruja, e que ♥ adora chocolate, nerdiar na internet, ouvir música e viajar! Clica aqui para saber mais!

1 comentário

  • Mariana

    não conhecia essa campanha, achei maravilhosa!!!
    agora você abriu minha visão pra uma coisa que eu desconhecia e estou loca olhando seu post, o site deles, o facebook deles… adorei!
    você sempre traz dicas ótimas, ainda mais pras mamães sem experiência, como eu hehehe
    bjos :)