Maternidade

Chegamos na metade do 2° ano… JÁ!

Acredito que, quem já ouviu a frase “Aproveite a infância do seu filho porque, passa muito depressa” só tenha se dado conta de que ela é verdadeira quando percebeu que seu filho já havia passado do primeiro ano de vida! Pelo menos comigo foi assim… O Diguinho já passou pelo primeiro e pelo segundo aniversário, e mesmo assim, continua parecendo que foi ontem que ele veio ao mundo!

Quem me acompanha aqui no blog sabe que eu costumava fazer postagens todo dia 28 de cada mês, homenageando e comemorando um mês a mais de vida que o Diguinho ia alcançando! Depois que ele chegou ao segundo ano de vida, parei com as postagens aqui no blog e passei a comemorar o dia 28 apenas no meu Instagram! Porém, resolvi abrir uma exceção neste mês de Julho, pelo fato de o Diguinho ter chegado na metade desse segundo ano!
Durante a minha gravidez, eu acompanhava (através da internet) o desenvolvimento dele a cada semana, para saber quais eram as evoluções dentro da minha barriga! E isso não mudou depois do seu nascimento: eu continuo em busca de novas informações, por curiosidade e inclusive para sanar as dúvidas que toda mãe tem… Principalmente as de primeira viagem, como eu :)
Atualmente, para me manter atualizada, venho consultando o site da Revista Pais & Filhos! Até porque o site disponibiliza seções dedicadas a quem está tentando engravidar, às gravidinhas que precisam de um help, às mamães de bebês e às mamães de crianças (que serão eternos bebês)!

Como neste final do mês de Julho o Diguinho completou 2 anos e 6 meses, corri para o site da Pais & Filhos em busca das novidades que estão por vir nessa nova fase!

Diguinho já conta, minha gente! A mamãe aqui pira, mesmo que seja contando só até o 12 x)

A principal questão levantada nessa fase envolve a independência! Por aqui, ela aparece na hora de comer, de desligar o computador e até na hora de se vestir… A habilidade com as mãos também rola solta, principalmente para abrir minhas gavetas da cozinha ou as portas do guarda-roupa! Fico impressionada com o fato de ele compreender as coisas tão bem, como por exemplo, uma oração ensinada pela avó! Saber as partes do corpo, as peças de roupa ou alguns animais é muito simples perto de uma música! Ele adooora a música ‘Pomar’ da Palavra Cantada e, acreditem, ele sabe cantá-la inteirinha!

Uma das coisas que mais me deixa despreocupada, atualmente, é o fato de eu não precisar estar sempre ‘em cima’ dele! Me lembro que, na época em que ele começou a andar, eu não podia desgrudar os olhos dele um minuto! Caso isso acontecesse, alguma coisa daria errado! Agora, não! Se eu precisar fazer algum tipo de coisa longe dele, como ir até o portão, faço sem encanação, ciente de que se eu o chamar, ele me responderá dizendo que está bem :)
As birras parecem ter aumentado, ao meu ver… Só que com um detalhe importante: ele sabe até onde ele pode ir e sabe mais ainda que o castigo não é nada vantajoso… Ele sente uma necessidade gigantesca de descontar sua raiva por ser contrariado na pessoa mais próxima dele e sai distribuindo tabefes para todos os lados! E é aí que o castigo entra ;)
O sono também é discutido nessa fase… Por aqui, as madrugadas ainda são bem agitadas, e acho eu que seja por causa do peito (que ele faz questão de não recusar nunca)! Como eu tenho a vantagem de não trabalhar, prefiro não reclamar e esperar o tempo dele!
Um outro detalhe destacado nesse período de desenvolvimento é saber que meninos e meninas são diferentes! Mesmo sabendo que ele é menino e que tiara é coisa de menina, ele sempre cisma em colocar minha tiara na cabeça, só para me ver irritada! Homens… Rs…

Paulistana do signo de libra (em 02/10), que é casada e mãe coruja, e que ♥ adora chocolate, nerdiar na internet, ouvir música e viajar! Clica aqui para saber mais!

1 comentário

  • Dafne

    Acho o máximo eu ter acompanhado todos esses meses do Diguinho! <3
    Desde o primeiro mês de gravidez aos dias de hoje… é praticamente um sobrinho, e muito, muito fofo!!!
    Beijos grandes