Maternidade

Das conquistas para 2014: Desfralde!

Confesso que, eu não achava que as conquistas de 2014 fossem começar a se tornar realidade assim, tão rápido (logo no primeiro mês do ano)…

Esse tipo de coisa, só vai entender mesmo quem for pai ou mãe, ok?! ;)

Em Abril do ano passado (depois que marido e eu iniciamos a busca por escolas para o Diguinho) fiz uma postagem, aqui no blog, falando dos meus receios com relação ao desfralde dele…

Já no segundo semestre do ano, arregacei as mangas e passei a incentivá-lo a sair das fraldas! Eu sabia que seria complicado, só não achei que fosse tanto! Rs… Cheguei até a pesquisar por indícios que levassem ao desfralde, mas a velha frase se repetia em quase todas as minhas buscas: “…cada criança tem o seu tempo”! E, realmente, é a mais pura verdade! Então, mamãe (que está lendo este post e também tem uma criança à beira de um desfralde), não se abale com comentários do tipo: “Nossa, ele ainda usa fralda?!”
É sério! Não se abale mesmo! E sabe por quê? Porque você vai precisar de energia de sobra para fazer com que a sua cria entenda que lugar de xixi e cocô é no banheiro! Aliás, faço minhas as palavras da pediatra do Diguinho: “Desfralde é um verdadeiro exercício de paciência!”

Na real, eu já estava quase entrando em pânico com esse tal exercício de paciência! Inclusive, quase que eu mesma me convenço de ser incapaz de ensinar o Diguinho a correr para o banheiro… Juro ><'
Além de pequenas comemorações, como alguns cocôs no penico, não faltaram obstáculos na caminhada: teve sofá ensopado, mais de 3 cuecas molhadas no mesmo dia, o chão da casa toda repleto de pegadas de xixi… Sem falar na cara que ele fazia, quando o xixi escorria pelas pernas! Eu descreveria algo do tipo: “Mãe, esqueci de avisar que eu queria fazer xixi!”

E foi assim… Até que, um belo dia, ele me chamou (completamente desesperado) e disse: “Mãe, mãe, cocô!” (ele ainda estava tão desabituado que chamava o xixi de cocô)… Claro que, meu impulso foi o de correr com ele para o banheiro!!! E, finalmente, ele havia conseguido segurar o bendito xixi (que sempre cismava em sair antes do tempo) e fazer no penico x)

Acredito que, quem não tem filhos, vai achar a coisa mais estúpida do mundo… Só mesmo quem tem é que vai entender a felicidade de um pai ou de uma mãe quando vê que o filho alcançou algum objetivo! Sim, para uma criança, conseguir fazer xixi ou cocô no penico é uma conquista! Significa que, além de crescendo, ela está conquistando independência! E #amamaepira
Calma, vamos devagar?! :(

Vez ou outra, escapa um cocô na cueca… Mas, é coisa rara! E, sendo assim, já podemos dizer que o desfralde diurno é uma missão cumprida, né?! Bom, no ‘ponto de vista caseiro’, sim! Agora, fora de casa, é meio incógnita… Por enquanto, nada deu errado nos passeios! O que é um bom sinal :)
Agora, é partir para a preparação para o desfralde noturno! Digo ‘preparação’ porque, pelo que já andei lendo, para se iniciar o desfralde noturno é necessário que a fralda amanheça constantemente seca, e também diminuir a quantidade de líquidos após as 18 horas (sempre levando a criança ao banheiro, antes de se deitar)!
E lá vaaamos nóóós ><'

Paulistana do signo de libra (em 02/10), que é casada e mãe coruja, e que ♥ adora chocolate, nerdiar na internet, ouvir música e viajar! Clica aqui para saber mais!

1 comentário

  • Neli Carpinter

    Olá Angélica!
    Entendo bem o seu caso. O meu filho saiu das fraldas diurnas rapidamente com menos de 2 anos, porém à noite foi bem complicada. No início ele ficava tipo uns 15 dias sem urinar na cama, mas depois ele teve uma regressão e passou a fazer toda noite e isso foi até os 13 anos, minha casa fedia a xixi. Fizemos vários tratamentos e nada resolvia, até remédios ele tomou. (nossa, desculpe, mas foi tão bom me abrir aqui, quase nunca falei sobre isso, rsrs)

    Boa sorte e continua com seu exercício de paciência.
    Bjus