Rumo à uma nova vida!

Há exatamente quatro anos atrás, fiz uma postagem aqui no blog relatando alguns prós e contras de se morar com mais gente no quintal de casa… Um ano após essa postagem, voltei a fazer uma postagem relatando meu sonho em ter uma casa própria!

Quem já leu ambas as postagens vai entender logo de cara que realmente parti para uma nova vida!

Depois de sete anos morando na casa onde minha avó materna morava (junto com suas irmãs no mesmo quintal) eis que decidimos partir para uma mudança radical! Quando digo ‘radical’ me refiro ao fato de termos trocado uma casa de herança familiar para uma casa alugada!

“Nossa, Angélica, vocês abriram mão de uma casa onde vocês não pagavam aluguel para desembolsar aluguel todo mês?” E eu respondo: “Sim, fizemos isso mesmo! E fizemos sem nem pensar duas vezes porque, liberdade e privacidade são necessárias!”

Diguinho não tinha espaço para brincar, Snoopy não tinha espaço nem para cagar, que dirá brincar, coitado!… Enfim! Muita coisa na casa antiga já havia passado do limite! Sem falar nas obrigações que tínhamos com os demais moradores do quintal… Sem comentários você não ter privacidade para sair e entrar quando bem entendesse, fazer uma festa de aniversário sem ter de enfurnar a família inteira dentro de uma casa minúscula, ter de ficar pagando conta a terceiros todo mês… Enfim de novo… Uma verdadeira encheção de saco! #prontofalei

👆🏼 Snoopy apreciando a vista da janela da sala

E daí que estamos desde 12 de Agosto em uma nova casa (porém no mesmo bairro), com vizinhos parceiros e queridos, onde podemos entrar e sair quando dá na telha, principalmente onde podemos fazer o que bem entendemos, sem ter de prestar contas de despesas a seu ninguém e onde tanto Snoopy quando Diguinho podem brincar/correr/gritar sem incomodar nenhum indivíduo!

👆🏼 Snoopy se escaldando de correr no corredor do quintal (tem vídeo no Instagram dele correndo dentro de casa também, quem já viu?!)

Tem coisa melhor?! Não, não tem! Ahhh, Diguinho ganhou até seu próprio quarto! 💙 Muito amor poder acomodar as coisinhas dele no seu cantinho! Sem falar no sol que bate na nossa janela, e nos passarinhos que nos visitam todos os dias!

Ufa! Desabafei!