Saúde

Setembro acabou, mas a causa continua

Eu gostaria de ter abordado mais o tema Setembro Amarelo, mas por conta da correria do dia a dia, acabei não conseguindo. Fato é que, Setembro acabou, e isso não me impede de falar a respeito. Afinal, o mês acabou, mas a causa deve continuar!

Quem me acompanha em minhas redes sociais pôde acompanhar um recebido bastante interessante referente ao Setembro Amarelo que me foi enviado pelo Internacional Shopping de Guarulhos. Tratava-se de uma parceria do shopping com a Hatsur Comunicação (que faz a assessoria do shopping), e que fiz questão de compartilhar em meus Stories do Instagram!

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um guia para reduzir a taxa de suicídio no mundo em um terço até 2030 (não conseguimos o acesso ao link aqui, mas se procurar no Google é fácil de achar). Segundo as estimativas publicadas pela organização, em 2019, mais de 700 mil pessoas morreram por suicídio, causa de um a cada 100 óbitos.

Conforme os dados publicados em “Suicídio no mundo todo em 2019”, o suicídio continua sendo uma das principais causas de morte do mundo, superando o número de vítimas de HIV, malária, câncer de mama e homicídio. Entre os jovens de 15 a 29 anos, o suicídio foi a quarta causa de morte depois de acidentes de trânsito, tuberculose e violência interpessoal. As taxas variam entre países, regiões e entre homens e mulheres.

Homens morrem mais que o dobro devido ao suicídio do que mulheres. A taxa de mortes a cada 100 mil pessoas é de 12,6 em homens em comparação a 5,4 entre as mulheres. De acordo com dados da OMS, a incidência de suicídio entre indivíduos do sexo masculino é maior em países de alta renda, enquanto entre o sexo feminino é mais alta em nações de renda média-baixa.

Centro de Valorização da Vida

A fala é forte mas, caso você esteja pensando em cometer suicídio, procure ajuda especializada como o CVV (Centro de Valorização da Vida) e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade. O CVV funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.

Um assunto de extrema importância que não pode somente ser dito em Setembro. A Hatsur e o Internacional Shopping apoiam essa causa, e eu também! Divulguem esse problema que existe em muitos lares! Pessoas precisam de ajuda! Peça ajuda se você necessita! Sua vida vale ouro e você é importante demais!

Paulistana do signo de libra (em 02/10), que é casada e mãe coruja, e que ♥ adora chocolate, nerdiar na internet, ouvir música e viajar! Clica aqui para saber mais!